266126586146761 1089028052512115 1052742702658290
top of page

A Côte d’Azur é… inglesa?

Atualizado: 6 de jun.

Você já ouviu falar da Côte d’Azur? Um de meus alunos está indo viajar pra lá este ano e por isso temos pesquisado e discutido diversas questões culturais sobre essa região. Vários pontos históricos nos chamaram a atenção e achei legal vir compartilhar com vocês essas descobertas! :)

Onde fica a Côte d’Azur?

A Côte d’Azur, também conhecida como Riviera Francesa ou Costa Azul, corresponde ao litoral sul da França banhado pelo Mar Mediterrâneo, pegando a região de Provence-Alpes-Côte d'Azur até a fronteira com a Itália. É um lugar conhecido por suas belas praias e paisagens, pelo clima agradável, pelos hóteis e turismo de luxo e pelo Festival de cinema de Cannes.



Para nos localizarmos melhor, as cidades que fazem parte da Côte d’Azur são: Toulon, Hyères, Bormes-les-Mimosas, Le Lavandou, Cavalaire-sur-Mer, Saint-Tropez, Cogolin, Port-Grimaud, Sainte-Maxime, Fréjus, Saint-Raphaël, Cannes, Golfe-Juan, Antibes, Villeneuve-Loubet, Saint-Laurent-du-Var, Nice, Beaulieu-sur-Mer, Saint-Jean-Cap-Ferrat, Monaco, Menton. Já tinha ouvido falar de alguma delas?



É realmente uma região belíssima e recomendamos a quem for visitar a França dar uma passadinha por lá!

Hoje a Côte d’Azur tem fama de ser uma região luxuosa, mas nem sempre foi assim! Na verdade, a construção da Riviera Francesa como a conhecemos hoje começou no final do século XVIII e teve o seu auge entre 1850 e 1914. Mas o que aconteceu nessa época?

Até então, era comum que jovens ingleses de famílias abastadas terminassem seus estudos e tirassem um período sabático para fazer uma viagem iniciática, chamada de grand tour, que ia da Inglaterra até a Itália. O destino final eram cidades italianas, como Roma, Florença e Nápoles. A cidade de Nice, na Côte d’Azur, funcionava apenas como paradouro. Com o tempo, Nice foi se tornando um destino de viagem à part entière, ou seja, os nobres ingleses começaram a adotar Nice como destino final de suas viagens.

O mais interessante é que, embora hoje em dia as pessoas escolham o verão para ir à Côte d’Azur para poder curtir o calor e as praias, naquela época os ingleses escolhiam o inverno para ir a Nice. A ideia era fugir do inverno inglês rigoroso e encontrar um local de férias com clima mais ameno (não que a região da Riviera francesa seja quente no inverno, ok? Só não era tão frio e desagrável quanto na Inglaterra).



Ir passar o inverno na cidade de Nice, na Côte d’Azur, se tornou a mais nova moda não só dos aristocratas ingleses, como também dos nobres russos. E, havendo essa necessidade, a cidade, que até então era um vilarejo modesto, começou a ser construída e moldada conforme as necessidades e desejos dessa população estrangeira: foram criadas avenidas, hotéis de luxo, quadras de tênis, cassinos, belos jardins, mansões... Um bom exemplo disso são o hotel Negresco e o cassino La Jetée-Promenade de Nice. É por isso também que a mais famosa avenida de Nice, à beira mar, se chama Promenade des Anglais (em português, Passeio dos ingleses).




Le Negresco | Le casino La Jetée-Promenade de Nice | La Promenade des Anglais


Outro ponto muito interessante: quando essa moda de frequentar a Côte d’Azur começou, não era comum se tomar banho de mar ou banho de sol. Na época a nobreza não via com bons olhos a pele bronzeada, pois remetia ao trabalho no sol (Oh mon Dieu, vous travaillez ? Quelle horreur !) e portanto à pobreza. Com o tempo, as pessoas começaram a entrar no mar não por lazer ou para se bronzear, mas porque a medicina começou a recomendar na época o banho de mar como tratamento para a tuberculose e outras doenças. A moda do bronzage e o turismo de massa nas praias são mais recentes e datam, para nossa surpresa, do século XX! Inclusive, dizem que se bronzear virou moda em 1920 com Coco Chanel, que saiu bronzeada depois de uma temporada na Côte d’Azur.

Voltando à pergunta do título: a Côte d’Azur é inglesa? Não 😂 É sem dúvida francesa, mas não podemos negar que os ingleses tiveram uma enorme contribuição para construir a Côte d’Azur como essa grande capital do turismo, certo?

Fofoca final: sabem o belíssimo cassino La Jetée-Promenade de Nice, representado na ilustração acima? Foi destruído pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Por bombardeamento? Não… Na época os alemães ocupavam a região e destruíram o cassino para pegar os ferros e aços da estrutura para construir barricadas de proteção contra tanques de guerra…


E aí, o que acharam sobre essa história de formação da Côte d’Azur? Deixem aqui nos comentários ou lá no post do Instagram :)


Gros bisous et à la prochaine!

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page